Endereço

Av. Raul Soares, 121, 1º Andar, Centro - Aimorés/MG

A importância da assessoria contábil na mudança do e-social

Revolução estrutural nas empresas no Brasil, o e-social é uma grande novidade nos setores trabalhistas e de recursos humanos; Adapte-se a novidade, com a assessoria contábil

Empresários de plantão, vemos que é chegada a hora de vocês colocarem para funcionar vossas assessorias contábeis, isso porque no início do segundo semestre de 2018 ocorreu a segunda metade das alterações do e-social, projeto governamental que unifica os principais órgãos púbicos empresariais do Brasil, a Receita Federal, o Ministério do Trabalho, o INSS e a Caixa Econômica Federal.

Essas alterações atingiram, inicialmente, empresas de cunho privado, mas com um aporte financeiro de 78 milhões de reais anuais. Agora, no final do ano, será a vez de MEIs (Microempreendedores individuais) e pequenos empresário passarem por esse processo de adaptação do e-social.

Mesmo com o processo de alteração iniciando na entrada do segundo semestre de 2o19, cabe aos pequenos e médios empresários começarem a se estruturar comercialmente para se adequarem às mudanças propostas pelo governo. É quando entra a assessoria contábil, sempre importante em períodos de mudança brusca no mercado. Ter uma assessoria contábil adequada ao lado da sua empresa auxiliará o processo de planejamento e adaptação, principalmente aos cursos sociais e humanos.

Dados para auxiliar a assessoria contábil

Até agosto de 2018, mais de 1 milhão de empresas aderiram a nova modalidade do e-social, segundo informações disponibilizadas pelo Governo Federal. A assessoria contábil, por meio desses dados fornecidos, norteará as ações da sua empresa na medida do que precisa ser mudado. Isso porque, por mais que o número de pronta adesão das empresas ao e-social seja importante, isso não significa que essa mudança seja tranquila.

Se adaptar as novas regras, principalmente no que se diz respeito aos recursos humanos e trabalhistas, têm sido os mais complexos dos processos de mudanças do e-social. Para que a empresa não venha sofrer tanto com esse “momento sombrio” e, ainda mais, possa se adaptar no compasso do processo de trabalho, a assessoria contábil é fundamental.

Assessoria contábil: mudanças do e-social

Com as mudanças do e-social, as supervisões e fiscalizações quanto a questões trabalhistas ficaram mais criteriosas. Cabe, então, a assessoria contábil manter a empresa a par das suas responsabilidades e fugir das consequências negativas. Imaginava-se que as mudanças que mais afetariam os empresários seriam as de tecnologia, o que aconteceu em uma proporção bem menor do que se era imaginado. A tecnologia, ainda por cima, tornou-se um braço desse processo de alterações do e-social, pois centralizou as informações diretamente a um sistema de informação, o Confirp Digital.

A parte prática da assessoria contábil

Diferentemente do que muitos acham, as principais reclamações dos empresários que têm utilizado a nova plataforma do e-social não é devido a automatização do sistemas. É claro que houve reclamações, mas em uma esfera muito menor do que a principal reclamação, que é o fluxo de trabalho para profissionais do departamento pessoal e, também, de recursos humanos, os tradicionalmente conhecidos como RH. Segundo as criticas destes empresários, a nova fase do e-social impõe grandes diferentes para os profissionais atrelados ao fator humano, que é a adequação aos tais sistemas de informação do e-social, trazendo uma grande responsabilidade de adaptação aos RHs e afins.

O papel da assessoria contábil é adequar os serviços de RH e fatores humanos a nova onda do e-social, dinamizando os novos processos da melhor forma possível. Dados da assessoria contábil estruturarão cada vez mais essas mudanças, sendo um tiro certeiro a sua empresa.